Mais de 100 organizações se inscrevem no Pró-Equidade

08-10-2013
programa-equidade

Em novembro, será realizada uma oficina com todas as empresas e instituições participantes

 

Um total de 107 organizações, entre instituições e empresas públicas e privadas, se inscreveu para a 5ª edição do Programa Pró-equidade de Gênero e Raça. Coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), o Pró-equidade de Gênero e Raça certifica, com o selo próprio da iniciativa, organizações que adotam práticas promotoras da igualdade entre mulheres e homens no ambiente de trabalho.

 

Nesta edição, 35% das instituições inscritas participam pela primeira vez do programa. A coordenadora-geral de Autonomia Econômica das Mulheres, Simone Schäffer, espera que “assim como nas edições anteriores, as ações desenvolvidas pelas empresas incidam sobre a vida das mulheres”. Para a coordenadora, a partir dessas ações as mulheres irão cada vez mais conquistar sua autonomia com qualidade e equidade.

 

Ao todo, são 23 inscrições de órgãos públicos municipais e estaduais, como prefeituras, secretarias e governos, e 84 empresas públicas ou privadas.

 

Oficina

De acordo com Simone, a próxima etapa do programa envolve a avaliação dos planos de ação elaborados pelas instituições participantes. Além disso, está prevista para novembro uma atividade conjunta com os comitês de gênero das organizações. “A oficina pretende possibilitar a troca de experiência sobre como foi a realização da etapa de inscrição e como serão desenvolvidas as ações nas empresas”, explica.

 

Ação

O Pró-equidade de Gênero e Raça é coordenado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), com apoio da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), da ONU Mulheres – Entidade das Nações Unidas para Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

 

Desde quando foi criado em 2005, o programa atingiu direta ou indiretamente cerca de 900 mil funcionárias e funcionários – 45% mulheres e 55% homens.

 

O Pró-equidade de Gênero e Raça tem como objetivo combater a discriminação no acesso, na remuneração, ascensão e permanência no emprego de mulheres e homens; bem como difundir, entre empresas e instituições, boas práticas de promoção da igualdade de oportunidades entre mulheres e homens.

 

Fonte: Portal Brasil

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados