Mais de 1,3 mil obras de arte popular estão expostas em São Paulo

04-11-2013

Mostra Ibero-Americana segue até 19 de janeiro de 2014, no Centro Cultural Fiesp

 

O trabalho de cerca de 600 artistas foi reunido para a exposição Grandes Mestres da Arte Popular Ibero-Americana. Há obras representativas da cultura da América Latina, Espanha e de Portugal. São 1,3 mil produções compostas por mais de 2,2 mil peças, que podem ser vistas até 19 de janeiro de 2014, no Centro Cultural Fiesp, na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.

 

Segundo a responsável pelo espaço, Alexandra Miamoto, a mostra chama atenção pelo tamanho. “Realmente, a galeria está completamente tomada pela mostra gigantesca”, disse. Inédita no Brasil, a exposição passou pelo México, pela Espanha e Colômbia.

 

As peças começaram a ser colecionadas em 1995 pela mexicana Cándida Fernández. De acordo com Alexandra, o principal intuito do projeto é promover a divulgação dos trabalhos artesanais. “Ela quer promover os artesãos. Artistas que não têm aula, não têm ensino nenhum e que aprendem tudo na vida”, explica sobre as peças compradas de artistas vivos.

 

O Brasil é representado por 79 artistas, principalmente de Minas Gerais, Mato Grosso e Pernambuco. “As peças brasileiras se destacam muito pelo barro. As peças de barro são as que eles conseguem se conectar mais com o país”, destaca Alexandra. Os trabalhos nacionais também chamam atenção pelos preços: segundo a curadora, as peças brasileiras estão entre as mais caras, ficando atrás apenas das espanholas.

 

As obras estão organizadas por forma e materiais usados. São sessões como a de joalheria, que reúne peças em ouro e prata, ou a de máscaras, com produtos de vários países. Há ainda trabalhos feitos com cerâmica, madeira, papel, tecidos e fibras vegetais.

 

Fonte: Portal Brasil

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados