Enem 2014: Nota do exame permite acesso a programas do MEC

02-10-2014

Além de ser utilizada para ingresso em universidades e institutos, avaliação abre portas para outras iniciativas do governo federal

 

A nota do candidato participante do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2014, além de ser utilizada para ingresso em instituições de ensino superior públicas, como universidades e institutos federais, também abre portas para outros programas do governo federal.
 
Uma boa média final pode garantir o acesso ao programa de mobilidade internacional, programa de acesso à universidades privadas e ao programa nacional de ensino técnico. Além disso, o exame também é pré-requisito para firmar contratos pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)
 

A metodologia de correção utilizada no Enem é a Teoria de Resposta ao Item, ou seja, o valor de cada questão vai variar de acordo com o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item. A pergunta que tiver um alto número de acertos será considerada fácil e, por isso, valerá menos. Mas se o estudante confirmar uma questão que poucos acertaram, ganhará mais pontos. Assim, dois participantes que fizeram o mesmo número de acertos não vão ter, necessariamente, a mesma média final.

 

Somente a redação será corrigida de forma diferente. Para esta avaliação dois profissionais atribuem uma nota que vai de zero até 200 em cada uma das cinco competências atribuídas. Vão ser avaliados o domínio da norma padrão da língua portuguesa, a compreensão da proposta da redação e também a seleção e organização das informações. Além disso, a argumentação e uma proposta de solução para os problemas abordados fazem parte dos critérios de correção.

 

No dia da prova

 
O Enem será realizado nos dias 8 e 9 de novembro, com início às 13 horas, no horário de Brasília. No primeiro dia os estudantes terão quatro horas e meia para fazer as provas de história, geografia, filosofia, sociologia, química, física e biologia. No segundo, os participantes farão as provas de matemática, língua portuguesa, literatura, artes, educação física, tecnologias da informação e comunicação e língua estrangeira, além da redação, em cinco horas e meia.
 
No dia da prova, o estudante deve apresentar um documento de identidade com foto e preencher o caderno de respostas com caneta esferográfica preta. O aluno só pode deixar o local da prova duas horas após o início e só é permitido levar o caderno de questões se sair nos trinta minutos finais da prova.
 
Edição 2014

 
Nesta edição, o exame irá avaliar as seguintes áreas do conhecimento: ciências humanas e suas tecnologias (história,geografia, filosofia e sociologia); ciências da natureza e suas tecnologias (química, física e biologia); linguagens, códigos e suas tecnologias e redação (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira – inglês ou espanhol, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação); matemática e suas tecnologias.
 
Ao entrar na sala, o participante deverá desligar todo e qualquer aparelho eletrônico que traga consigo, incluindo celular. Nesse momento, será fornecido um porta-objetos com lacre, para que aparelhos e demais materiais proibidos sejam guardados. O porta-objetos deverá ficar embaixo da cadeira até o final das provas e só poderá ser aberto quando o participante deixar o local, sob pena de eliminação.
 
O participante só poderá deixar o local de prova somente duas horas depois do início do exame. O caderno de questão, no entanto, só poderá ser levado pelo candidato 30 minutos antes do término das provas.
 
Saiba mais
 
O exame será realizado em 1.699 municípios. Vale ressaltar que é recomendável aos estudantes chegar ao local de prova até às 12h, pois será estritamente proibida a entrada após o fechamento dos portões.
 
Para mais informações acesse as perguntas frequentes sobre o Enem no Portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 

Fonte: Portal Brasil

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados