Nada de desânimo: saiba como motivar crianças a ler

25-11-2014
Criança lendo

O hábito de leitura está diretamente relacionado a muitas qualidades intelectuais, como a capacidade de compreensão de conteúdos diversos, desde imagens até sons, abstração, assimilação de conhecimento, interpretação dos fatos, dissolução de problemas e melhora na comunicação, desde escrita até oral. Saiba como motivar as crianças para a leitura de forma a terem a oportunidade de desenvolver-se em todos esses aspectos.

 

Embora a idade de início das atividades intelectuais que desenvolvem a leitura seja por volta dos 5 anos de idade, é saudável que a criança esteja inserida em um ambiente de leitura antes disso. O natural potencial de observação e imitação do comportamento dos pais que os pequenos possuem tornam essa tarefa mais fácil. Se os pais leem dentro de casa, isso contribui para motivar as crianças a se interessarem pelos livros antes mesmo de saberem identificar uma letra sequer.

 

Motivar as crianças a ler passa necessariamente por dosar o tempo em que elas ficam na frente de aparelhos eletrônicos, como televisão, computador e videogame. Para reduzir esses hábitos e trocá-los pela leitura, é necessário conhecer os interesses dos pequenos e apresentar livros, artigos ou periódicos que abordem assuntos dos quais gostam. Livros baseados em filmes que eles costumam assistir podem ser ótimas opções.

 

Ao distribuir os volumes pela casa, pais e mães devem se preocupar em não colocá-los de maneira muito organizada nem muito longe do alcance dos pequenos, caso contrário terão a impressão de que não devem ser tocados. Distribua-os em locais aos quais a criança tenha acesso constante e coloque adornos alegres naquele canto para chamar a atenção.

 

Ao ler com os filhos, os pais podem pedir às crianças que interpretem a cena do livro, para que treinem sua capacidade de imaginação e comunicação e possam compreender que o que está escrito vai muito além das palavras, é uma representação do mundo em que elas vivem, ainda que sejam fantasias.

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados