Proposta pedagógica transforma aulas de Matemática em atividades musicais

31-03-2015

Ensinar Matemática a partir do som, ritmo e compasso dos instrumentos musicais é um dos objetivos proporcionados pelo Programa “Forças no Esporte”, iniciativa dos ministério do Esporte e Defesa, desenvolvido na Escola de Especialista de Aeronáutica (EEAR), em Guaratinguetá (SP).

 

As aulas teóricas são transformadas em prática lúdica e divertida, que além de entreter e motivar os estudantes, transforma a percepção e a coordenação motora.
 
“A música respira matemática em função dos compassos. Concentração, disciplina, coordenação motora, desenvoltura são aspectos que são observados nas crianças que participam das oficinas de música”, ressalta o sargento e voluntário do programa, Jediael Pereira.
 
Durante as aulas ofertadas duas vezes por semana no EEAR, considerado maior estabelecimento de ensino técnico-militar da América do Sul, 400 alunos da rede pública de ensino do município entram em contato com atividades físicas, aulas de inglês e reforço escolar.
 

 
Já as classes de música ministradas pelo sargento, Jediael e seus colegas, são orientadas a partir de um cronograma pedagógico que alia teoria musical, percussão, canto coral e flauta doce.
 
“Crianças que nunca tiveram contato com instrumento musical é incentivada a tocar. Ver este progresso não há nada melhor, este foi meu maior incentivo”, revela o sargento.
 
Os estudantes participantes também são motivados a criar. “Dentro do quartel, transformamos um balde, por exemplo, em um instrumento musical, que de repente vira um bumbo”, afirma.
 
Segundo o professor voluntário, ver a evolução das crianças ao tocar os instrumentos é o maior incentivo. “Vale muito a pena. Estamos aqui para fazer da melhor maneira possível o trabalho que nós gostamos. Tenho certeza que a música não só vai transformar a realidade destas crianças, como também fará a diferença em seu ambiente familiar”, completa.
 
Forças no Esporte
 
Criado pelo Ministério da Defesa em parceria com o Ministério do Esporte, o programa alcança 54 cidades do País e revela mudanças na vida das crianças e jovens, que se mostram mais dispostos para os exercícios físicos, passam a ter mais interesse pelas atividades escolares, melhoram a capacidade de comunicação, o convívio social, familiar, e o cuidado com a alimentação e a saúde.
 
No horário contrário às aulas, os estudantes praticam esportes, recebem reforço escolar e atendimento médico. As atividades são desenvolvidas em unidades militares cedidas pelo Ministério da Defesa. A partir de 2016, o Forças no Esporte será ampliado e beneficiará 20 mil alunos, chegando a 30 mil estudantes em 2018.
 
Pesquisa
 
Estudo realizado em 2010 pela PUC-MG identificou que, 84,2% das crianças e jovens participantes consideram ter mais disposição para exercitar-se fisicamente e que 83,4% aumentaram a autoestima.
 
Além disso, 77,7% relataram mais interesse pelas atividades escolares e 74,4% afirmaram que o rendimento escolar melhorou após iniciar sua participação no programa.
 
Fonte: Portal Brasil.

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados