Rede Bionorte oferece doutorado em biodiversidade e biotecnologia

06-10-2014

Com 100 vagas, seleção para 2015 recebe inscrições até 22 de outubro. Museu Goeldi é o representante regional no programa

 

O Programa de Pós-Graduação em Biodiversidade e Biotecnologia da Rede Bionorte (PPG-Bionorte) está com inscrições abertas para o curso de doutorado de 2015. São 100 vagas disponíveis nas áreas de biodiversidade e conservação e de biotecnologia. As inscrições para o processo seletivo estão abertas e podem ser efetuadason-line até o dia 22 de outubro.

 

 
Após fazer a inscrição, o candidato deverá entregar as cópias físicas da documentação pedida no edital na Secretaria da Coordenação Estadual da Rede Bionorte à qual seu orientador esteja vinculado. A instituição representante da rede no Pará é o Museu Paraense Emilio Goeldi (Mpeg/MCTI), no âmbito de sua Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia (CCTE). O museu reúne 27 do total de vagas ofertadas para o doutorado.
 
A escolha dos doutorandos será realizada em três etapas, compostas de análise do projeto de tese e de currículo, além do teste de proficiência em inglês. A divulgação do resultado final acontece no dia 5 de dezembro, e o início do período letivo será em março de 2015.
 
Critérios
 
Podem participar da seleção pessoas que possuem diploma de mestre em campos relevantes a biodiversidade e biotecnologia ou em temas afins. Em casos excepcionais, serão aceitas inscrições de candidatos graduados que não possuam o título de mestre, mas que tenham produção técnico-científica que justifique a dispensa do mestrado.
 
Sobre a Rede
 
A Rede de Biodiversidade e Biotecnologia da Amazônia Legal (Bionorte) realiza atividades de ensino e pesquisa com foco na biodiversidade e biotecnologia para o desenvolvimento sustentável da região.
 
O Programa de Pós-Graduação oferecido pela Bionorte está baseado no tripé biodiversidade, biotecnologia e conservação, e na convicção de que o melhor conhecimento da biodiversidade contribuirá para o desenvolvimento da biotecnologia e que ambas serão extremamente importantes para a conservação do Bioma Amazônico.

 

Fonte: Portal Brasil

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados