Saiba os segredos dos campeões do Enem

07-05-2015
Saiba os segredos dos campeões do Enem

Entre os mais de 6 milhões de estudantes que participaram do último Enem, apenas 250 conseguiram os mil pontos na redação, a nota máxima. Esse número corresponde a somente 0,004% do total de alunos que fizeram a prova em 2014.

 

Algumas atitudes em comum foram observadas entre os maiores pontuadores. Dedicação e treinamento foram algumas delas. A redação, por exemplo, requer muita prática, não só para se acostumar com a grafia e o uso de algumas palavras, mas para desenvolver bem o raciocínio.

 

É fundamental entender os conteúdos. Decorá-los não é suficiente para fazer uma boa prova. Na redação, não há como pesquisar, portanto é importante já estar bem preparado previamente. Isso só é possível acompanhando os acontecimentos do Brasil e do mundo em diversas áreas, por meio de livros e noticiários. O treino deve incluir, ainda, o desenvolvimento de um pensamento crítico sobre esses acontecimentos. É um processo trabalhoso, que requer tempo e dedicação diária.

 

O hábito de leitura é pré-requisito para desenvolver um bom texto. Disse Monteiro Lobato: “Quem mal lê, mal ouve, mal fala, mal vê.” Os alunos que leem com frequência conseguem organizar melhor o raciocínio e de maneira mais rápida, além de terem o chamado estofo cultural para fazer comparações e análises que enriqueçam o texto. Quando a leitura se torna um hábito, as citações a autores e obras e o uso de intertextualidades se tornam naturais.

 

Uma maneira eficiente de estudar é ter horários certos para fazê-lo, além de alternar os momentos de dedicação aos livros com os de lazer. Procure passear, praticar esportes ou estar no convívio de amigos após um tempo dedicado aos estudos, para relaxar e recuperar as energias.

 

Ler só não basta. Coloque as ideias no papel também. Uma maneira prazerosa de fazê-lo é tentar continuar a história de um livro que você tenha gostado bastante. Exercite sua habilidade de redação escrevendo artigos sobre os temas que estejam sendo abordados na mídia. É uma maneira de acumular conhecimento e treinar a produção textual e a argumentação.

 

Encarar as dificuldades como oportunidades é um motivador importante. Na redação de 2014, por exemplo, o tema foi publicidade infantil, pouco conhecido entre a maioria dos estudantes. Esse fato possibilitou que os alunos que sabiam discorrer sobre o assunto pulassem na frente da maioria dos concorrentes.

 

Compartilhe

Faça um comentário

Livros relacionados

Posts relacionados